Bombeiros receberam 51 pedidos de ajuda devido a chuva em Lisboa

Bombeiros receberam 51 pedidos de ajuda devido a chuva em Lisboa

O Regimento de Sapadores Bombeiros (RSB) de Lisboa registou na noite de quinta-feira 51 ocorrências devido à chuva intensa que caiu na capital, disse à Lusa fonte daquela corporação.
De acordo com fonte do RSB, registaram-se 51 ocorrências entre as 22:30 de quinta-feira e a 01:40 de hoje, “praticamente por toda a cidade”, devido ao mau tempo. 
As condições meteorológicas registadas na zona de Lisboa durante a noite de quinta-feira e a madrugada de hoje obrigaram ao corte, nos dois sentidos, da Avenida Marginal, na zona de Caxias, Oeiras, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa.
De acordo com a mesma fonte, a estrada esteve cortada entre as 22:30 de quinta-feira e as 06:00 de hoje, “porque o mar saltou”, uma situação que é “banal” em dias de agitação marítima.
Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Santarém, Setúbal, Beja e Faro e o arquipélago da Madeira estão hoje sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, por causa da agitação marítima, com ondas que podem atingir os cinco metros.
De acordo com informação disponível na página da Internet da Marinha Portuguesa, devido à agitação marítima, as barras marítimas de Viana do Castelo, Vila do Conde e S. Martinho do Porto estão hoje fechadas à navegação.
A Marinha informa também que há condicionamentos nas barras do Douro (fechada a embarcações com comprimento inferior a 15 metros), Aveiro (condicionada a embarcações de comprimento fora a fora inferior a 15 metros) e Figueira da Foz (encerrada a embarcações de comprimento inferior a 11 metros).
O IPMA prevê hoje para as regiões do norte e cento períodos de céu muito nublado, apresentando-se muito nublado até ao fim da manhã, aguaceiros que poderão ser por vezes fortes e de granizo, condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, queda de neve acima de 1.200 metros, vento fraco, sendo moderado a forte com rajadas da ordem dos 70 km/hora nas terras altas e pequena descida da temperatura máxima.
No sul, a previsão aponta para períodos de céu muito nublado, apresentando-se muito nublado até ao início da manhã, períodos de chuva por vezes fortes até ao início da manhã, passando a aguaceiros pouco frequentes, condições favoráveis à ocorrência de trovoada, vento fraco a moderado soprando moderado a forte no litoral e nas terras altas e pequena descida da temperatura máxima.
Quanto às temperaturas, no Porto, em Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo prevê-se uma máxima de 15 graus Celsius, em Lisboa e em Santa Cruz das Flores 16, em Faro 17 e no Funchal 21.