Bebé abandonada em Colares será entregue a centro de acolhimento

Bebé abandonada em Colares será entregue a centro de acolhimento

 

A presidente da Comissão de Proteção de Menores de Sintra Ocidental disse hoje à agência Lusa que a recém-nascida abandonada pelos pais, em Colares, será entregue a um centro de acolhimento após alta hospitalar.
 
Em declarações à Lusa, Teresa Vilas acrescentou que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Sintra Ocidental foi alertada pelos serviços sociais do Hospital de Cascais sobre o internamento da bebé encontrada no domingo, numa rua da Praia das Maçãs, em Colares, Sintra.
 
"Uma vez que não se conhecem os pais da bebé, o caso será hoje mesmo entregue ao Ministério Público e, no caso de vir a ser reclamada paternidade, terá sempre de ser confirmada por testes de sangue", explicou Teresa Vilas, sublinhando que caberá também ao Tribunal de Menores de Sintra decidir para que centro de acolhimento será levada a criança.
 
No entanto, fonte da GNR esclareceu hoje à agência Lusa que as autoridades já identificaram os pais da recém-nascida. A fonte adiantou que, para já, os pais não foram constituídos arguidos e que será o Ministério Público a decidir se avança com um processo judicial contra os progenitores.
 
Segundo a fonte, a pessoa que entregou a recém-nascida à polícia disse, numa primeira versão, ter encontrado a bebé à porta de sua casa mas, no entanto, mais tarde corrigiu a versão e reconheceu que a menor lhe foi entregue em mãos pelos pais.
 
A GNR já deu conhecimento ao tribunal de Sintra destes novos dados, adiantou.
 
A Lusa contactou o Hospital de Cascais que informou apenas que a criança se encontra "bem de saúde".