Bancos Alimentares Contra a Fome angariam 2.767 toneladas de alimentos

Bancos Alimentares Contra a Fome angariam 2.767 toneladas de alimentos

Os Bancos Alimentares Contra a Fome recolheram em Portugal, no passado fim-de semana, 2.767 toneladas de géneros alimentares na campanha realizada em 1.895 superfícies comerciais das zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Oeste, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, S. Miguel, Viana do Castelo, Viseu, Terceira e Madeira.

Os resultados surpreendem pela solidariedade que os portugueses voltaram a demonstrar, apesar das grandes dificuldades económicas para muitas famílias portuguesas, continuando a apoiar de forma significativa uma iniciativa em que acreditam e que os mobiliza, destinada a minorar as carências alimentares com que muitos dos seus concidadãos se debatem.

“Queremos agradecer vivamente a todos os doadores, voluntários e empresas que apoiaram esta campanha, que quiseram mais uma vez dizer “presente” e demonstrar que com um pequeno gesto podem fazer a diferença", afirma a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome.

Os resultados alcançados este fim-de-semana ultrapassam os da campanha de Maio deste ano e são ligeiramente inferiores aos obtidos em Novembro do ano passado. Estes resultados não incorporam ainda os da Campanha “Ajuda Vale” nem os da Campanha Online, que vêm adquirindo um peso cada vez maior nas contribuições dos particulares.

"Congratulamo-nos por continuar a mobilizar tantos portugueses, mantendo estes elevados níveis de participação numa campanha de solidariedade que se realiza já pela 44ª vez consecutiva, e por merecer a confiança dos dadores para poder ajudar aqueles que mais precisam, naturalmente em função das condições económicas, que não podemos ignorar. Tudo somado, os resultados são extraordinários. Os portugueses estão de parabéns e todos aqueles que vão poder usufruir desta ajuda estão-lhes justamente agradecidos”, referiu ainda a Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome.

Os géneros alimentares recolhidos serão distribuídos, a partir da próxima semana, a 2.280 Instituições de Solidariedade Social, que os entregam a cerca de 418 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas.

Ao longo da próxima semana haverá ainda a possibilidade de contribuir para os Bancos Alimentares Contra a Fome pela internet no site www.alimentestaideia.net. Prossegue também a Campanha “Ajuda Vale”, nas lojas Continente, Dia/Minipreço, El Corte Inglés, Jumbo/Pão de Açúcar, Lidl e Pingo Doce, onde serão disponibilizados, em suportes próprios cupões-vale, produtos selecionados (azeite, óleo, leite, salsichas, atum e esparguete). Cada cupão representa uma unidade do produto (por exemplo, “1 litro de azeite”, “1 litro de leite”, etc.). Este cupão, para além de mencionar que se trata de uma entrega destinada aos Bancos Alimentares Contra a Fome, refere, de forma clara, a identificação do tipo de produto, da unidade e do correspondente código de barras, através do qual é efetuado o controlo das dádivas. Ao efetuar o pagamento, o dador entrega o cupão “Ajuda Vale” na caixa registadora. A logística de recolha e transporte para os Bancos Alimentares Contra a Fome fica a cargo da cadeia de distribuição aderente. As doações são auditadas por uma empresa externa especializada.