Baixa e Chiado são as zonas mais procuradas pelos turistas de cruzeiro em Lisboa

Baixa e Chiado são as zonas mais procuradas pelos turistas de cruzeiro em Lisboa
A Baixa/Chiado, o Bairro Alto, Alfama e Belém foram as zonas de Lisboa mais visitadas no ano passado pelos turistas de cruzeiro, que preferem andar a pé ou de autocarro turístico quando estão na cidade.
 
Estas são as conclusões de um inquérito levado a cabo pelo Observatório de Turismo de Lisboa no qual participaram mil passageiros estrangeiros, de 47 navios, que fizeram escala na capital portuguesa entre junho e outubro de 2015.
 
Cerca de metade (50,8%) dos entrevistados é do Reino Unido, seguindo-se os turistas provenientes da Alemanha (15,1%) e da Itália (13,8%).
 
Quase 71% dos inquiridos nunca tinha vindo a Lisboa e a maioria (73,4%) recorreu a amigos e família para obter informações acerca da cidade.
 
O autocarro turístico foi o meio de transporte que mais utilizaram na cidade (54,8%), seguido dos passeios a pé (54,1%) e o táxi (48,9%).
 
Os autocarros regulares foram escolhidos apenas por 6,1% dos turistas, o metro por 4%, o comboio por 2,5% e o elétrico por 1,1%.
 
Cerca de 87% foram visitar a Baixa/Chiado, 84,8% o Bairro Alto e o Cais do Sodré, 82,2% visitou o eixo Alfama/Castelo/Mouraria, 81,4% a Mouraria e 39,4% o Parque das Nações.
 
Na região de Lisboa, as cidades mais visitadas, depois da capital, foram Cascais e Sintra com 28,1% e 13,7% desses turistas, respetivamente. A quarta cidade mais procurada foi Fátima, na região Centro (6,7%).
 
O que mais lhes agradou na cidade foi o clima (33,3%), a comida (17,4%), a beleza (13,9%), as pessoas (9%) e os pastéis de Belém (6,9%).
 
Sessenta por cento dos inquiridos admitiu que Lisboa superou as suas expectativas, enquanto 31% disse que “foi de encontro” ao que esperava.
 
Quase 43% dos turistas considerou “muito provável” um futuro regresso a Lisboa e 59,6% inclui a capital portuguesa no top 10 de destinos a visitar.