Autocarros híbridos asseguram ligações no Parque da Pena

Autocarros híbridos asseguram ligações no Parque da Pena

A Parques de Sintra-Monte da Lua passa a assegurar, a partir de terça-feira, a ligação entre o portão do parque e a entrada do palácio da Pena com três novos autocarros híbridos.

Segundo a sociedade responsável pela gestão dos monumentos e jardins históricos da serra de Sintra, o investimento de cerca de 375 mil euros permitirá transportar visitantes "num veículo com vistas panorâmicas e um mínimo de emissão de gases e ruído".

Os três autocarros de tecnologia híbrida de última geração, que combina um motor de combustão a gasóleo com outro elétrico, substituem os utilizados até agora, "a diesel, ruidosos e de grande volume", que eram "pouco amigos do ambiente e pouco adaptados ao perfil dos caminhos existentes no interior do Parque da Pena".

Os novos autocarros, que levaram cinco meses a desenvolver pela empresa Mobipeople, possuem dimensões mais compactas "e permitem uma melhor fruição da viagem e um contacto mais próximo com a natureza por serem descapotáveis e possibilitarem a remoção integral dos vidros laterais".

Em termos ambientais, nota a PSML, os autocarros são "mais eficientes, minimizando a emissão de partículas para o meio ambiente ao mesmo tempo que reduzem em cerca de 20% o consumo de gasóleo".

Os veículos, com 35 lugares, incluem espaço para uma cadeira de rodas e estão dotados de uma plataforma elevatória para facilitar a "inclusão de pessoas com mobilidade condicionada".

O transporte de ida e volta entre o portão do parque e o palácio custa três euros, um suplemento ao preço de visita dos jardins e do monumento (14 euros). A partir de meados de abril, o bilhete incluirá um sistema áudio individual com explicações em português, inglês, castelhano, francês e alemão.

Os autocarros, segundo a PSML, possuem autonomia energética e estão homologados para circularem na via pública, de modo a poderem ligar os espaços e monumentos sob gestão da empresa. Na época alta, a empresa continua a disponibilizar na Pena e em Monserrate o serviço complementar de carros elétricos "Hop On Hop Off", que permitem aos visitantes entrar e sair em vários pontos dos parques.

O parque e o palácio da Pena recebem anualmente cerca de 800 mil visitantes. A Parques de Sintra-Monte da Lua, criada em 2000, é participada pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, pela Direção Geral do Tesouro e Finanças, Turismo de Portugal e Câmara de Sintra.