Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental inaugura nova unidade na Alapraia

Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental inaugura nova unidade na Alapraia

A Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Lisboa (APPACDM) inaugurou esta segunda-feira, 3 de Dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, o novo Lar Residencial e Centro de Actividades Ocupacionais (CAO), na Alapraia. A obra implicou um investimento de um milhão e 550 mil euros e a sua inauguração comemorou os 50 anos de actividade da instituição.
Construído em dois lotes de terrenos cedidos pela Câmara de Cascais, o edifício do Lar Residencial e o CAO desenvolve-se em dois pisos e uma cave. O r/c é destinado às actividades ocupacionais, enquanto o lar situa-se ao nível do 1.º piso. Com esta nova unidade, as Casas da Alapraia passam a dar resposta a 25 utentes em lar e 28 em CAO. A cave destina-se a áreas de apoio ao funcionamento dos equipamentos, gabinetes médico e de técnicos e ginásio. De acordo com a instituição, o edifício não apresenta quaisquer restrições ao acesso a pessoas com mobilidade condicionada, quer na sua relação com o exterior, quer no seu interior.
A inauguração contou com a presença dos presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, do Instituto da Segurança Social, Mariana Ribeiro Ferreira, e da APPACDM, António Cortesão, que se mostrou muito satisfeito com as novas instalações para servir a comunidade: “O nosso contributo com esta inauguração é muito positivo”, frisou.
Mariana Ribeiro Ferreira desvendou a intenção do Instituto da Segurança Social em reforçar parcerias com diferentes instituições e deu uma boa notícia para a APPACDM: “Estamos em condições de dar um pequeno sinal a esta casa”. Uma notícia muito aplaudida pelos presentes. Sem revelar valores ou que tipo de protocolo seria celebrado, adiantou que “muito em breve será celebrado um acordo de cooperação com a Segurança Social”.
Após o descerramento da placa inaugural e visita às novas instalações, os convidados assistiram à actuação do Grupo de Dança da instituição, que dançaram ao som do êxito do momento “Gangnam Style”, do músico sul-coreano PSY.
O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência foi comemorado ainda em Cascais com uma acção de sensibilização com vista a promover uma maior compreensão dos assuntos relacionados com a deficiência. O evento simbólico contou com a participação de dois grupos musicais, constituídos por utentes do CRID – Centro de Recuperação e Integração de Deficientes e Centro de Apoio Social do Pisão da Santa Casa da Misericórdia de Cascais. Entretanto, até ao final do ano, as montras do comércio local de Cascais, entrada da estação da CP de Cascais e todos os comboios da linha de Cascais vão exibir autocolantes e faixas com frases de sensibilização para a temática da deficiência. Uma iniciativa que resulta de uma parceria da CPD – Comissão para a Pessoa com Deficiência do Concelho de Cascais com a Câmara Municipal, REFER, CP e Associação Comercial do Concelho de Cascais.