Assembleia Municipal de Cascais aprova novas áreas de reabilitação urbana

Assembleia Municipal de Cascais aprova novas áreas de reabilitação urbana

A Assembleia Municipal de Cascais aporovou, com os votos da maioria PSD/CDS, a ampliação da delimitação das áreas de reabilitação urbana (ARU) para 33 lugares espalhados por todo o concelho.

A proposta, que mereceu os votos contra da CDU e abstenção do PS, Bloco de Esquerda e movimento independente Ser Cascais, prevê, segundo o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, 33 novas ARU's, às quais acrescem outras duas, que já estão em recuperação.

Para o PS, a qualificação do concelho deve pautar-se pela "contenção" da área de construção.

"É um alargamento muito significativo. Esta proposta tem possibilidades perversas que, em nome da reabilitação urbana, podem abrir a porta a uma nova onda de construção", sustentou o deputado socialista Vasco Graça.

De acordo com o Ser Cascais, as delimitações propostas ficam "muito aquém" e deveria haver "outras formas de incentivo".

O presidente da Câmara de Cascais esclareceu que a proposta aprovada "não tem nada a ver com construir mais".

"Não há aqui nada de perverso. Quando descobrirem, coloquem em cima da mesa. Não iremos aplicar rigorosamente nada que seja perverso", acrescentou o autarca.

Carlos Carreiras sublinhou ainda que as novas ARU's estão espalhadas por todo o concelho, do litoral ao interior.