As melhores surfistas do mundo de regresso a Cascais

As melhores surfistas do mundo de regresso a Cascais

O melhor surf do mundo vai regressar ao concelho de Cascais entre os dias 21 e 23 de Setembro, para mais um Estoril Surf Women’s Pro, etapa feminina do circuito mundial de surf de qualificação, que terá como base a praia da Bafureira, em S. Pedro do Estoril.

Pontuada com 6 estrelas pela ASP (Association of Surfing Professionals – a entidade que rege o surf profissional em todo o mundo), esta prova será também a penúltima etapa deste nível a contar para os títulos europeu e mundial nesta categoria.

Habitualmente agendada para a altura do ano em que nos encontramos (Junho), a Rocksisters – empresa responsável pela organização do evento – resolveu alterar as datas em 2012, para uma época do ano que garante maior probabilidade de receber boas ondas em Cascais.

Segundo as estatísticas, em Setembro existe uma consistência das ondulações na ordem dos 78%, com o tamanho médio das ondas na casa dos 2 metros e ventos regulares do quadrante Norte/Nordeste, que constituem condições perfeitas para receber as melhores surfistas do mundo.

“É para nós um orgulho enorme encontrar parceiros como a Câmara Municipal de Cascais e o Turismo do Estoril, que nos permitem apostar nas datas mais adequadas para o que pretendemos que seja um espectáculo de alto nível,” comenta Joana Rocha, da organização. “Cascais está habituada a receber os melhores do mundo nas várias modalidades, daí a aposta em Setembro, pois naquele que é o segundo desporto mais praticado do concelho, o melhor do mundo apresenta-se no feminino. Isso é, obviamente, um enorme prazer para a Rocksisters, que realiza este evento nestas águas pelo quinto ano consecutivo,” conclui a ex-campeã nacional de surf e melhor atleta portuguesa classificada no circuito mundial e europeu em 2011.

Outra das grandes apostas da Rocksisters e do Estoril Surf Women’s Pro, tem sido a ideia de “proporcionar às surfistas portuguesas a possibilidade de competir com as melhores do mundo, com o objectivo de criar um movimento nacional que, em última instância, coloque pelo menos uma atleta portuguesa na elite do surf feminino mundial,” conta ainda Rita Rocha, irmã de Joana. “Daí esta procura por cada vez melhores condições e a tentativa de criação de uma ‘perna portuguesa’ do circuito mundial, que proporcione uma prática intensa em pouco tempo, com custos reduzidos,” remata a outra metade da Rocksisters.

A norte-americana Courtney Conlogue, grande vencedora desta prova em 2011, é actualmente líder do ranking de qualificação e quarta classificada no ranking que atribui o título mundial em 2012, num circuito onde se têm também destacado atletas como as muito jovens Lakey Peterson e Sarah Mason, dois outros destaques deste evento no ano passado.