Artemrede debate o desenvolvimento cultural na região de Lisboa e Vale do Tejo

Artemrede debate o desenvolvimento cultural na região de Lisboa e Vale do Tejo
 A associação de cooperação cultural e artística Artemrede realiza hoje, em Almada, uma Conferência Internacional sobre Políticas Culturais para o Desenvolvimento.
 
A conferência, no Teatro Municipal Joaquim Benite, visa “refletir e debater o desenvolvimento cultural dos territórios e comunidades”, com técnicos, autarcas e outros agentes culturais, sociais e educativos, segundo comunicado da organização.
 
Entre os participantes, contam-se o geógrafo e investigador do Instituto do Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, João Ferrão, o britânico John Holden, investigador do setor cultural, Marta Porto, especialista em políticas de comunicação, arte e cultura e ex-secretária da Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura do Brasil, e Nicólas Barbieri, professor no Instituto de Governo e Políticas Públicas da Universidade Autónoma de Barcelona.
 
Outros participantes são António Pinto Ribeiro, recentemente nomeado coordenador geral da Fundação Calouste Gulbenkian, e os vereadores da Cultura Catarina Vaz Pinto e António Matos, respetivamente da Câmaras de Lisboa e de Almada.
 
Em comunicado, a Artemrede, que está a celebrar dez anos de existência, apresenta este encontro como “uma proposta a duas ameaças efetivas: a crescente setorialização das políticas, em detrimento de estratégias integradas de desenvolvimento dos territórios, e a insuficiência de processos colaborativos a nível local, regional, nacional e setorial”.
 
O encontro, no qual vão ser apresentadas as orientações estratégicas para 2015-2020, resultantes de uma magna reunião, realizada em abril do ano passado, é encerrado pelo secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.
 
A Artemrede reúne 13 municípios da região de Lisboa e Vale do Tejo, nomeadamente Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Oeiras, Palmela, Santarém, Sesimbra, Sobral de Monte Agraço e Tomar.