Aquário Vasco da Gama vence prémio ambiental

Aquário Vasco da Gama vence prémio ambiental

O Aquário Vasco da Gama venceu o Prémio Defesa Nacional e Ambiente 2011 com o projecto «Conservação ex-situ de organismos fluviais — reprodução em cativeiro e reintrodução do ruivaco-do-oeste». Trata-se de uma espécie em vias de extinção, de água doce, que só vive em Portugal.

A reprodução em cativeiro deste peixe realizou-se no Aquário Vasco da Gama em tanques no exterior que simularam as condições naturais de ambiente e alimentação. A libertação dos ruivacos ocorreu no rio Alcabrichel em Abril do ano passado, onde tinham sido capturados os progenitores.

O júri decidiu por unanimidade que o projecto apresentado pelo Aquário Vasco da Gama é um “contributo exemplar para a preservação da biodiversidade e integração das preocupações ambientais na actividade militar”.

Para o director daquele equipamento de natureza, Capitão-de-mar-e-guerra José Jaime Gonçalves Ribeiro, o Prémio Defesa Nacional e Ambiente 2011 reveste-se de “especial importância para todos os que servem no Aquário Vasco da Gama pelo reconhecimento de um trabalho que requer rigor, conhecimento e dedicação, constituindo-se como um estímulo para um cada vez maior contributo em prol da conservação da biodiversidade do património natural português.”

O Prémio Defesa Nacional e Ambiente destina-se a galardoar a unidade, estabelecimento ou órgão das Forças Armadas que, de acordo com os princípios da Defesa Nacional, melhor contributo preste, em Portugal, para a qualidade do ambiente, numa perspectiva de desenvolvimento sustentável, através da utilização eficiente dos recursos naturais, da promoção de boas práticas de gestão de ordenamento do território e da protecção e valorização do património natural e paisagístico e da biodiversidade.