Aniversário do Marquês de Pombal comemorado no palácio com o seu nome, em Oeiras

Aniversário do Marquês de Pombal comemorado no palácio com o seu nome, em Oeiras
O dia do aniversário do Marquês de Pombal, 13 de maio, será comemorado pelo Município de Oeiras com dois eventos, que terão lugar no Palácio com o seu nome, em plena vila de Oeiras. 
 
Às 16H00, será lançado o livro “Pombal e Oeiras”, de Jorge Miranda e, às 21H30, arrancará “Venha Viver o Séc. XVIII“, a nova proposta do Palácio do Marquês de Pombal, com a apresentação da peça de teatro “O Francês em Londres”, de Louis de Boissy, que foi levada à cena inúmeras vezes durante o século XVIII e representada no Palácio Marquês de Pombal no dia do aniversário do Marquês, a 13 de Maio de 1767.
 
“Pombal e Oeiras” reúne artigos publicados por Jorge Miranda entre Julho e Dezembro de 1999, ano de comemoração do tricentenário do nascimento de Sebastião José de Carvalho e Melo, Conde de Oeiras e Marquês de Pombal e, como sublinha o autor, “figura ímpar da história nacional e local”. Trata-se de um conjunto de artigos dispersos por vários órgãos de comunicação social, sobretudo no Jornal da Região-Oeiras, que, por iniciativa da Espaço e Memória - Associação Cultural de Oeiras e com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, serão publicados, em formato livro, numa coleção sob a designação Da História do Concelho de Oeiras. “Pombal e Oeiras” é o primeiro volume.
 
Às 21H30, será apresentada a peça de teatro “O Francês em Londres”, de Louis de Boissy, que dá enfase a características sociais e culturais da época, pondo em confronto a cultura e os costumes franceses e ingleses, no século XVIII, através da tipificação das figuras. O enredo simples revela-nos um precioso retrato deste período, em que os usos e a moda franceses dominavam a Europa, não sem soberba. É entre a cortesia francesa e o bom senso inglês que o texto e as figuras se debatem. Através do cómico gerado pelo confronto entre costumes muito distintos, esta peça oferece uma valiosa lição sobre aspetos culturais e sociais do século XVIII, que, também em Portugal, geraram controvérsia.
 
Encenação: Alfredo Pereira Nunes  / Interpretação: Alfredo Pereira Nunes; Flávia Lopes; Inês Carvalho; João Mais; José Redondo / Rúben Dias; Miguel Brás; Miguel Moisés / Cenografia e figurinos: Sons & Ecos, Lda./ Tradução e adaptação: Raquel Alves Coelho/Som: Anaïs Le Saux/Produção: Sons & Ecos, Lda. / Coordenação do projeto: Raquel Alves Coelho
 
SÁBADO – das 21h30 às 23h00
 
13 MAI | 26 AGO | 16 DEZ
 
QUARTA-FEIRA – das 21h30 às 23h00
 
7 JUN
 
DOMINGO – das 21h30 às 23h00
 
17 DEZ
 
Público-alvo: Jovens e adultos
 
Valor de ingresso: 12,00€
 
Descontos: 25% bilhete de grupo (a partir de 4 pessoas)
 
M 12 (Não é permita a entrada de crianças menores de 6 anos)
 
Não existe marcação de lugar na sala
 
Sujeito à lotação da Sala