Ana Paula Almeida apresenta o seu novo romance

Ana Paula Almeida apresenta o seu novo romance

Conhecida do grande público como jornalista da SIC, Ana Paula Almeida tem, no entanto, outra faceta: a de escritora. Esta semana apresentou o seu novo romance, “Corações Re-partidos”. Num estilo que é ao mesmo tempo poético, cheio de energia e de referências à actualidade, a autora conta uma história de amor, traição, entrega e desespero.

A festa de apresentação do livro realizou-se no passado dia 8, no BBC, em Lisboa, e contou com a presença de mais de 400 pessoas, na sua grande maioria figuras públicas.

A apresentação do livro esteve a cargo de Luísa Castel-Branco e Francisco Moita Flores, que não pouparam elogios à nova obra da escritora. “Para mim, este livro foi uma enorme surpresa. É um misto de policial e de livro de amor. Mas, acima de tudo, revela ser um livro de escrita feminina. Só uma mulher pode falar assim do nosso estado de alma e só uma mulher de bem com a vida e com o amor pode escrever como Ana Paula Almeida”, sublinhou Luísa Castel-Branco.

Já para Moita Flores, que assina o prefácio de “Corações Re-partidos”, nesta obra “nota-se a veia jornalística da autora”, numa “história interessantíssima que, inclusive, pode dar uma excelente peça de teatro”. “Ana Paula Almeida é uma excelente narradora, que pode ter uma grande carreira na escrita, pois faz parte do lote dos que escrevem e tratam bem a língua portuguesa”, acrescentou o também escritor, antigo investigador da PJ e autarca.

Por seu lado, Ana Paula Almeida não escondia alguma emoção por ver “tantos amigos juntos” e uma fila imensa de gente a solicitar um autógrafo, e classificou o seu novo romance como “um livro de esperança”. “Este é um livro de esperança para os que já sofreram e acreditam que amanhã será um outro dia, melhor”.  

O quarto romance da jornalista aborda a misteriosa morte de um taxista conduz a polícia a duas moradas. O morto deixou duas viúvas, duas casas iguais, uma vida dupla. Duas mulheres que se vêem confrontadas com a cruel realidade de terem sido enganadas. Mas terão sido enganadas? Isto é apenas o início de uma história alucinante, onde os mortos ganham voz e as emoções correm à velocidade dos acontecimentos mais inesperados.

Juntas no luto e no amor pelo mesmo homem, Marta e Cristina lutam contra a raiva e a decepção, alimentando uma única esperança: deixar viver nos seus corações re-partidos o mais precioso dom da vida, o amor.

Ana Paula Almeida formou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade deLisboa e foi professora do ensino secundário. Iniciou a carreira de jornalista aos 18 anos, no Diário de Notícias, tendo posteriormente trabalhado nos jornais O JornalSeteJornal de Letras,Jornal de NotíciasCorreio da Manhã e A Capital, onde escreveu sobretudo sobre espectáculos e literatura. Colaborou também em diversas revistas, tais como ActivaCosmopolitanEgoístaVolta ao MundoMaxim Exame, entre outras. Foi, durante quatro anos, assessora de imprensa do Casino Estoril.
Nos quadros da SIC desde o início, trabalhou nos programas SegredosPraçaPública Casos de Polícia, tendo depois integrado as equipas de informação diária. Actualmente faz parte da equipa dos jornais de fim-de-semana, onde acompanha temas nas áreas de sociedade e cultura. Corações Re-partidos é o seu quarto livro.