Ana Moura abre em julho ciclo 'Grandes Concertos' do Casino Estoril

Ana Moura abre em julho ciclo 'Grandes Concertos' do Casino Estoril
A fadista Ana Moura abre, em julho, o ciclo “Grandes Concertos”, no 'Lounge D' do Casino Estoril, nos arredores de Lisboa, que vai apresentar oito espetáculos, até setembro, todas as quintas-feiras, sempre às 23:00.
 
O ciclo, protagonizado exclusivamente por artistas nacionais, abre no dia 21 de julho, com Ana Moura a apresentar um alinhamento baseado nos álbuns mais recentes, "Moura" e “Desfado”, disse à Lusa fonte da organização.
 
“Desfado”, que foi distinguido em 2014 com o Prémio Amália Rodrigues para Melhor Disco, “representa um momento de viragem na carreira de Ana Moura”.
 
Tiago Bettencourt apresenta-se a 28 de julho, no mesmo ciclo. "Num registo acústico, o intérprete vai convidar o público a viajar pelos êxitos mais marcantes da sua carreira como 'Carta', ‘Laços’, ‘Canção simples’ ou ‘Só mais uma volta’”, segundo a mesma fonte.
 
Luís Represas, ex-Trovante, atua no dia 04 de agosto, e, no dia 11, atuam Pedro Abrunhosa & Comité Caviar.
 
“Autor e compositor de numerosos êxitos, Pedro Abrunhosa apresenta o álbum ‘Contramão’, revisitando, ainda, outros temas emblemáticos do seu percurso discográfico”.
 
Presença habitual no 'Lounge D', o cantor considera o programa deste ciclo como “um contributo exemplar à sustentação da música portuguesa”, segundo comunicado da Estoril Sol.
 
Outro regresso ao palco do ‘Lounge D’ é dos Clã, no dia 18 de agosto. Depois de “terem esgotado, por diversas vezes, o 'lounge'”, os Clã vão apresentar o álbum “Corrente”.
 
“Um concerto, decerto, marcado pelo rigor, a irreverência e a energia desta banda, reconhecida pela excelência das suas apresentações ao vivo”, afirmou fonte da organização.
 
Os Deolinda sobem ao palco do 'Lounge D' no dia 25 de agosto, “para interpretar os principais temas do novo álbum ‘Outras histórias’”.
 
Este é o quarto álbum de originais da banda, numa coprodução com João Bessa, e “traça alguns caminhos que ainda não haviam sido explorados no repertório e estilo da banda”.
 
Os HMB, ”inspirados nos melhores registos de 'soul' e 'r’n’b'”, atuam no dia 01 de setembro.
 
Com um segundo disco editado no final de 2014, intitulado “Sente”, os HMB “distinguem-se pela energia de composições”, como “Dia D”, “Feeling”, “Naptel Xulima”, “Super ego”, “Tudo muda”, “Só nós os dois” ou “Tua maneira”.
 
António Zambujo encerra, no dia 08 de setembro, o ciclo “Grandes Concertos do Casino Estoril”.
 
O cantor editou, em 2002, o seu primeiro álbum, “O mesmo fado”, tendo-se seguido, em 2004, “Por meu cante”, em 2007, “Outro sentido”, e, em 2010, “Guia”. Em 2012, editou o álbum “Quinto”, ao qual sucedeu, em 2014, “Rua da Emenda”
 
No ano passado os oito concertos do ciclo foram aplaudidos por “cerca de 80 mil pessoas”, segundo dados do Casino Estoril.