Amadora vai criar unidade residencial para idosos e deficientes

Amadora vai criar unidade residencial para idosos e deficientes

Tendo em conta a necessidade de dotar o município de equipamentos com o objectivo de responder a determinadas necessidades da população, designadamente no que respeita à população idosa e/ou com algumas deficiências, a Câmara Municipal da Amadora vai avançar, muito em breve, com a construção da Unidade Residencial dos Moinhos da Funcheira.

A obra, com um valor superior a dois milhões de euros, foi recentemente adjudicada e deverá ficar concluída em 16 meses.

A Unidade Residencial dos Moinhos da Funcheira é composta por 42 unidades residenciais e por um Centro de Dia integrando áreas administrativas, de apoio médico, ajudas complementares, espaços polivalentes de lazer e actividades, refeitório, cozinha e lavandaria.

“A unidade residencial tem a particularidade de ter a funcionar no primeiro piso uma IPSS, que vai gerir a parte de centro de dia e apoio domiciliário, dando desta forma resposta, não apenas aos utentes da unidade, mas também aos idosos das zonas envolventes”, explica Carla Tavares, vice-presidente da Câmara Municipal da Amadora, referindo ainda que é intenção da autarquia avançar com a construção de uma outra unidade similar no Alto da Mira.