Aloés, em busca de um mundo melhor

Aloés, em busca de um mundo melhor

Com assinatura de Paul Auster, “Laurel e Hardy vão para o céu” é a nova produção do Teatro dos Aloés, em cena a partir da próxima semana nos Recreios da Amadora. Com encenação de Jorge Silva, a partir de uma tradução de José Peixoto, esta peça coloca em cena dois homens, instruídos para construírem um muro. Não sabem a finalidade da obra, não sabem quem os mandou, apenas se guiam por um livro de instruções que seguem à risca com medo de serem castigados por este ente que desconhecem. Porém a construção do muro permite que os dois homens se conheçam melhor, que encontrem um sentido para as suas existências. Metáfora sobre esta árdua tarefa que é a reconstrução da identidade e das relações entre as pessoas em busca de um mundo melhor. A interpretação é de João de Brito e Luís Barros.

Depois da estreia na Amadora e da pausa para as férias de Verão, o Teatro dos Aloés parte em Setembro em digressão com este trabalho, estando já agendadas semanas de exibição em Almada e Cascais, em Setembro, e Lisboa, em Outubro.

Recreios da Amadora, de 20 de Junho a 1 de Julho, de quarta-feira a sábado, às 21h30, e domingos, às 16 horas.