Algés madrugou a ver chegar veleiros na sétima etapa da Volvo Ocean Race

Algés madrugou a ver chegar veleiros na sétima etapa da Volvo Ocean Race
Ainda o sol não tinha nascido e já muitos esperavam junto à doca de Pedrouços, em Algés, para ver chegar os primeiros veleiros da Volvo Ocean Race (VOR), que vão permanecer em Lisboa até 07 de junho.
 
A chegada do primeiro barco estava prevista para as 05:00, mas a ausência de vento obrigou os barcos a atrasarem-se, dando tempo para que mais pessoas aparecessem.
 
Só às 06:09 as cerca de 200 pessoas, que aguardavam ansiosamente pelo vencedor da sétima etapa da VOR em Lisboa, puderam ver o holandês Brunel cruzar a linha de chegada e, cerca de 20 minutos depois, seguiram-se os espanhóis da Mapfre.
 
Aplausos e sorrisos dos aficionados da vela juntaram-se aos abraços e emoção da família dos velejadores holandeses que estiveram nove dias isolados em alto mar.
Já com pés em terra firme, a equipa liderada por Bouwe Bekking subiu ao pódio para receber o troféu de Lisboa entregue pela ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, que, desde cedo, também acompanhou a chegada dos veleiros.
 
"Acompanhei [o barco] número um e depois o número dois, porque a certa altura estiveram muito próximos. É uma excitação, a quantidade de barcos que se juntam para a acompanhar. É uma grande festa. Foi muito giro, ver as manobras muito rápidas e é muito interessante poder observar de perto a movimentação e a dinâmica", afirmou Assunção Cristas.
 
A ministra sublinhou que esta etapa da VOR em Lisboa terá um grande impacto económico para o país.
 
"É extraordinário poder acompanhar a chegada dos barcos ao raiar da manhã e chegar a Lisboa ao nascer do dia é uma imagem magnífica. Do ponto de vista de promoção turística de Portugal e Lisboa tem um impacto incrível. Portanto, temos tudo a ganhar do ponto de vista económico e de festa", sustentou.
 
Também o diretor da etapa portuguesa, José Pedro Amaral, sublinhou a beleza do momento na chegada a Lisboa.
 
"Foi glorioso a chegada com o sol a nascer, a ponte à frente dos barcos, uma quantidade imensa de pessoas à espera destes heróis. Agora é o verdadeiro início da festa e esperar para que cheguem todos", afirmou.
 
O holandês Brunel foi o primeiro a completar as 2.800 milhas náuticas (5.185 quilómetros) da etapa que marca o regresso da frota da VOR à Europa, ligeiramente à frente do espanhol Mapfre, comandado por Iker Martínez.
 
A frota da VOR vai permanecer até 07 de junho em Lisboa, onde vai disputar uma regata costeira no próximo dia 06, véspera da partida da oitava etapa, que vai terminar na cidade francesa de Lorient.
 
Após a sétima das nove etapas, o Abu Dhabi lidera com 16 pontos, à frente de Dongfeng (21), Brunel (21), Mapfre (26), Alvimedica (27) e SCA (35).
 
A última posição é ocupada pelo dinamarquês Vestas (52), do australiano Chris Nicholson, que não concluiu a segunda regata, mas que vai retomar a prova em Lisboa, depois de concluídas as reparações no barco.