Alentejo alerta população para os efeitos do calor

Alentejo alerta população para os efeitos do calor
A Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS) emitiu hoje um alerta à população por previsão de temperaturas elevadas para os distritos de Portalegre, Évora e Beja, que podem ter efeitos nocivos na saúde.
 
Em comunicado publicado nas páginas da Direção-Geral da Saúde (DGS) e da ARS Alentejo, as duas entidades alertam para a previsão de temperaturas máximas elevadas para hoje, com valores acima da média para a época do ano.
 
Por isso, a DGS e a ARS Alentejo aconselham a população a tomar cuidados de prevenção e proteção tendo em conta os possíveis efeitos para a saúde, com "particular atenção e vigilância aos grupos populacionais mais vulneráveis como crianças, idosos, pessoas portadoras de patologias crónicas e trabalhadores que exerçam atividades ao ar livre".
 
No comunicado, as duas entidades recomendam o aumento de ingestão de água ou sumos de fruta naturais, sem adição de açúcar, o uso de roupa larga, leve e fresca, óculos com proteção e chapéu de abas largas, moderação na exposição direta ao sol entre as 11:00 e as 17:00 e o uso de protetor solar com fator igual ou superior a 30.
 
A DGS recomenda também que se evite a exposição ao sol de crianças com menos de 3 anos, reforçar a vigilância de idosos e doentes crónicos que vivam sozinhos e moderar as atividades ao ar livre que exijam esforços físicos, especialmente desportivas e de lazer.
 
"Os portadores de doenças crónicas, devem seguir os conselhos do seu médico assistente para períodos de calor intenso e os trabalhadores que exerçam atividades ao ar livre devem proteger-se com vestuário adequado e fazer uma boa hidratação", recomendam ainda a DGS e a ARS Alentejo.
 
Os distritos de Portalegre, Évora e Beja estão hoje sob aviso amarelo (entre as 06:00 e as 23:59 de hoje) devido à previsão de persistências de valores elevados da temperatura máxima.
 
A temperatura máxima pode atingir hoje um valor recorde em Portugal para o mês de maio, a confirmarem-se os 40 graus Celsius previstos para Beja pela meteorologia.
 
O aumento da temperatura, máxima, generalizado no continente desde o fim de semana passado, deve-se a uma massa de ar quente e seca transportada do Norte de África e do Interior da Europa, esclareceu a meteorologista do IPMA Madalena Rodrigues.