Águas de Cascais identifica irregularidades

Águas de Cascais identifica irregularidades

Identificar irregularidades nas redes pluviais, nas interligações entre águas de origens diversas com a água da rede predial e infiltrações de águas pluviais na rede pública de águas residuais (esgotos) é o objectivo do plano de acção que a Águas de Cascais (AdC) está a realizar desde o início de 2011, através de equipamentos de videoscopia e máquinas de fumos. “Desde 2011, foram detectados 222 situações, das quais 70 já foram resolvidas”, relatou ao JR, Isabel Costa, da Imagem e Comunicação da AdC.
A AdC já percorreu as ruas de Birre, Torre, Areia, Zambujeiro, Murches, Amoreira e Bairro Santo de António. “Detectamos as irregularidades e notificamos as pessoas para corrigirem. Mais tarde, fazemos uma vistoria final ao local para ver se as irregularidades já foram suprimidas”, explicou aquela responsável da empresa AdC.
No caso de alterações nas redes prediais, Isabel Costa frisa que “todas as alterações realizadas aos projectos nas redes prediais de água devem ser comunicadas à Águas de Cascais, para que sejam evitados futuros problemas com pressão de água, deficiências no abastecimento ou, inclusive, com a qualidade da água na rede predial”. Estas alterações representam cerca de 50% das irregularidades detectadas. “Até à data foram identificados 479 casos”, disse.