AFL mantém suspensão dos campeonatos distritais

AFL mantém suspensão dos campeonatos distritais

A Associação de Futebol de Lisboa (AFL) decidiu hoje manter a suspensão, no próximo fim de semana, de todos os campeonatos do distrito e convocou para sábado todos os clubes para uma reunião urgente, refere nota do organismo.

Ao mesmo tempo, e pelas mesmas razões, também as associações de Leiria e Setúbal manterão a suspensão das provas que organizam, como forma de protesto face ao decreto-lei 216, de 09 de Outubro, que retira a obrigatoriedade de policiamento em competições desportivas de escalões juvenis e inferiores.

Embora saúde e aplauda “vivamente” a suspensão temporária da entrada em vigor do diploma, hoje anunciada, a AFL pretende “ponderar as medidas a adoptar tendo presente a decisão, agora tomada, pelo Governo da República”.

Nesse sentido, a AFL convocou todos os clubes afiliados para uma reunião, com carácter de urgência, no sábado, às 17:00, no auditório do organismo lisboeta.

Em comunicado, a associação informa que os campeonatos permanecerão suspensos e dependentes do que ficar decidido no referido encontro.

No mesmo sentido, fonte oficial da AF de Leiria confirmou à agência Lusa que o adiamento das competições distritais de juvenis e iniciados, agendados para 10 e 11 de Novembro, se manterá, por “ser humanamente impossível nomear os árbitros e convocar as forças da ordem para os referidos encontros”, na sequência de informações divulgadas apenas na véspera dos encontros.

Tal como a AF de Lisboa, também o organismo regional leiriense convocou os clubes filiados para nova reunião sobre o regime de policiamento de espectáculos desportivos, agendada para terça-feira, às 21:30.

Antes, também em declarações à Lusa, o presidente da AF de Setúbal, Joaquim Sousa Marques, disse que o organismo manteve adiamento os jogos dos campeonatos de juvenis e iniciados, apesar de ter considerado positivo o regime transitório para a entrada em vigor do decreto-lei que retira a obrigatoriedade de policiamento em competições de escalões juvenis e inferiores.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje que o Ministério da Administração Interna (MAI) estabeleceu um regime transitório para a entrada em vigor do decreto-lei 216/2012, que retira a obrigatoriedade de policiamento em competições desportivas de escalões juvenis e inferiores.

Em comunicado divulgado no seu sítio oficial na Internet, a FPF refere que “sem prejuízo da entrada em vigor do decreto-lei 216/2012 relativo ao policiamento nos jogos de futebol” podem manter-se “temporariamente os procedimentos actuais nos jogos das camadas jovens”.

O decreto-lei 216/2012 refere que “nos espectáculos referentes a competições de escalões juvenis e inferiores, quando realizadas em recinto, em regra, não deve ter lugar o policiamento”.

O documento acrescenta que caso o policiamento seja requerido, “de forma justificada”, os encargos são “suportados pelos respectivos promotores”.