277 praias portuguesas galardoadas em 2013 com Bandeira Azul

277 praias portuguesas galardoadas em 2013 com Bandeira Azul

Portugal tem este ano 277 praias com Bandeira Azul, mais duas do que em 2012, divulgou hoje a associação responsável pela atribuição desta distinção da qualidade das zonas balneares.
De acordo com dados da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), apresentados numa conferência de imprensa, em Cascais, o número de Bandeiras azuis subiu na zona Centro do país e no Alentejo e manteve-se na região Norte, Tejo e Algarve.
Relativamente às ilhas, registou-se um aumento de Bandeiras Azuis na Madeira, que subiu de 11 para 13, e uma diminuição nos Açores, que perdeu cinco praias.
 “Os Açores têm uma redução de cinco bandeiras porque o município da Praia da Vitória não conseguiu reunir condições para se candidatar”, justificou o presidente da ABAE, José Archer.
A região Norte tem este ano 67 praias com Bandeira Azul (o mesmo número de 2012), o Centro tem 27 (mais três), registando-se aqui pela primeira vez a atribuição deste galardão aos municípios de Góis e Penacova, o Tejo manteve as 49 e o Alentejo tem 25 (mais uma).
No Algarve, 69 praias foram galardoadas com Bandeira Azul, o mesmo número de que no ano transato.
Os Açores têm este ano 27 praias (menos cinco do que em 2012) e a Madeira 13 (mais duas do que em 2012).
A Bandeira Azul volta ainda a ser hasteada em 14 marinas, registando-se a saída da Marina da Praia da Vitória e a reentrada da Marina da Quinta do Lorde, na Madeira.
José Archer referiu também que estão previstas várias ações de sensibilização, nomeadamente a continuação dos projetos Praia Saudável e o Programa Nacional de Vigilância.
O responsável anunciou ainda que vão ser realizadas cerimónias de hastear da Bandeira Azul 2013 em Lagos (01 junho), Coimbra (11 junho) e na Marina da Quinta do Lorde (15 junho).
Presente na conferência de imprensa, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, disse que o município está “preparado para abrir a época balnear já amanhã”, e que aguarda apenas a saída do diploma do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.
“Aguardamos que a senhora ministra [Assunção Cristas] publique o diploma sobre a abertura das épocas balneares. Nós voltámos a candidatar-nos a abrir no dia 01 de maio”, afirmou o autarca.
As Bandeiras Azuis são atribuídas anualmente a praias e portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes, informação e sensibilização ambiental.